sexta-feira, 11 de abril de 2014

Informação, opinião e pensamento da semana

- Primeiramente, segundo o site globoesporte.com, o jogo entre Chapecoense x Avaí terá transmissão pelo PFC;

- Essa semana li nos blogs muitas críticas à decisão do Pingo em não levar o elenco principal para Chapecó. Eu concordo com o Pingo. Desde que chegou ele não teve uma semana cheia para treinar e por em prática sua filosofia de treinos e jogos. Ainda assim, dentro das limitações, conseguiu dar ao Avaí um padrão de jogo. Atrelado a isso, temos uma equipe com jogadores que precisam de atenção especial na parte física; - e nada melhor do que essas duas semanas para treinos/descanso, pois temos 38 jogos e 19 viagens que definirão o ano de 2015. O jogo de sábado nada mais é do que um amistoso para terminar a pífia participação no Estadual 2014.

- Conversando com minha noiva sobre a classificação do Atlético de Madri sobre o Barcelona, comentei o quanto deve ser difícil ser de Madri e torcer para o Atlético, tendo como rival o Real, considerado o maior clube do mundo, multicampeão. Quanto ela me interpela e fala: Não precisa ir muito longe, é o mesmo que ser de Floripa, torcer para o Figayra e ter como rival o Avaí....é mole? Durma com um barulho desse.

Bom final de semana.

sábado, 5 de abril de 2014

Mantivemos a boa sequência

Não foi um bom jogo, em um primeiro tempo com pouca intensidade por parte do Avai e muita displicência o Leão saiu perdendo de 2x0 para o Marcílio Dias. Com todos os jogadores muito abaixo individualmente, o coletivo também não funcionou.

Em uma bobeira da zaga logo no início da partida já saímos perdendo, em uma falta do lado direito a zaga não conseguiu afastar e o atacante marcilista fez o primeiro gol. O Avai até teve algumas oportunidades, hora com Héber e hora com Diego Jardel, mas esbarrava nas péssimas finalizações.

Em um erro do lado direito de defesa avaiano Antônio Carlos foi envolvido de forma até inocente, houve o passe rasteiro para o 2 º gol do Marinheiro. Fomos com uma enorme desvantagem para o intervalo e jogando muito mal, foi um dos piores primeiro tempo que o Avai fez neste ano.

No 2º tempo voltamos com Wilker no lugar de Tinga, Pingo trouxe Diego Jardel para 2º volante e colocou Marquinhos na organização juntamente com Cléber Santana. O time melhorou, cresceu  e em poucos minutos empatou o jogo. O Leão talvez tenha sentido a longa e desgastante viagem que fez na quarta feira passada.

No fim o resultado serviu para manter uma boa invencibilidade, já são 8 jogos sem conhecer derrota e agora o time passa a pensar exclusivamente na estréia da série B lá em Natal, contra o América. Neste meio tempo ainda terremos um compromisso diante da Chapecoense, Pingo deverá mandar um time praticamente todo reserva. Se eu pudesse optar, colocaria o que temos de melhor pois é mais uma chance de dar um entrosamento ainda maior. Agora é torcer para o "coelhinho da Páscoa" amanhã na final do catarinense.

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Estatísticas do M10, por Gabriel Franzoni

Muito foi falado no fim do ano passado e no começo desse ano sobre o Galego, MAIOR ÍDOLO da HISTÓRIA DO CLUBE! Muita leviandade, muita história sem menor fonte ou comprovação, muito achismo, muita gente que ACHA que conhece algo lá dentro, muitas versões e muitas criticas ao MAIOR da HISTÓRIA por causa de meia dúzia, isso mesmo, MEIA DÚZIA de jogos ruins, o cara constrói uma história de mais de 250 jogos, mas faz alguns jogos ruins e consegue ser responsável por tudo de ruim que acontece.Teve gente que saiu daqui de tanta vergonha ao dizer que sem ele as vitórias eram certas, outro "blogueiro" falou que seu futebol em 2013-2014 não passava de 20 mil ("blogueiro" que parou de postar na fase boa). Sempre acho que os números falam por si só, então aí vai os números do Avaí nas temporadas 2013-2014!
Gols
Marquinhos 21
Cléber Santana 13
Márcio diogo 9
REIS 8
Luciano 7
Betinho 6
Roberto 5
Heber 4
Rodriguinho 4

assistências
Marquinhos21
Márcio diogo 7
Cléber Santana 6
Diego Jardel 6
Arlan 4

Queria que alguém encontrasse na história algum jogador que em uma temporada e meia participasse de 42 gols da equipe!Pensem antes de criticar o Maior da história por meia duzia de jogos, criticas pontuais sempre são válidas e como ELE mesmo diz "EU NÂO SOU MAIOR que o AVAÌ!Mas vamos tentar ser mais coerentes e responsáveis, pq é fato, ele sempre queimará a língua de vcs, se o próprio veneno ja não o faz!!

Nota do Blogueiro: Marquinhos é mais ídolo ainda porque é odiado pelas torcida das Barbies. Sobre o que foi escrito pelo meu amigo Gabriel não precisa colocar mais nada!

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Tomando cara de time

Era  tudo que esperávamos desde o início da temporada, um time com talento e atropelando os adversários mais fracos que encontrássemos pela frente. Demorou para acontecer, depois de 2 treinadores que em nada acrescentaram e com a chegada de Pingo, o Avai parece ter encontrado um caminho.

Para quem já jogou futebol (seja ele amador ou profissional), sabe que o mínimo de organização é necessário para um bom desempenho. Pingo chegou, deu moral aos seus jogadores e escalou os melhores. Sendo o meio de campo o setor que mais temos talento, ele não pestaneou e escalou o Leão com 5 jogadores de meio de campo.

Começou a brilhar as estrelas de Cléber Santana e Marquinhos, Eduardo continua sendo um jogador muito regular e Roberto da mostras que esta voltando a ser aquele jogador tão importante e eficiente. Diego Jardel que tinha grande deficiência em terminar as jogadas com uma sequencia de jogos cresceu muito, seus gols começaram a sair e passa a ser um jogador importante.

Bocão é uma grata surpresa e grande revelação, ainda precisa ser mais efetivo pela quantidade de vezes e facilidade que tem de chegar ao fundo. Discernimento para tocar a bola e driblar, mas é uma arma forte pelo lado direito. Tinga é uma formiguinha, sempre gostei de seu futebol e vem confirmando isso toda vez que entre em campo.

Antônio Carlos tem talento, tudo bem que é jovem mas tem uma ótima bola aérea e é rápido. Até o contestado Pablo (inclusive por mim) vem se saindo muito bem, desde que parou de inventar e joar com seriedade vem sendo um dos destaques. Pablo também tem boa bola aérea e é muito veloz para zagueiro, o que já é 70% para ser um bom zagueiro.

Pingo conseguiu encontrar um time, sempre pensei ser loucura imaginar que o Avai melhoraria sem as presenças de Marquinhos, Eduardo Costa e Cléber Santana. É preciso ser inteligente, e isso parece que o Pingo é, e encaixar as peças para formar uma equipe forte. Contratações serão necessárias, jogadores com características diferentes dos que hoje compõe nosso elenco para dar dinâmica e opções ao treinador.

Por fim não da para negar que ficamos um pouco frustrados com o estadual, pois sinceramente não vejo nenhum time superior ao nosso, poderíamos estar disputando as finas. Passou, agora é concentrar-se e correr atrás do que passou a ser o maior objetivo do ano: o acesso a Série A.






terça-feira, 1 de abril de 2014

Para refletirmos

Domingo eu vi uma reportagem no Esporte Espetacular do clube que mais revela jogadores com sua base no Brasil, o Santos Futebol Clube. Um show, o clube leva a sério a máxima que craque, o clube faz em casa.

O clube tem um profissional contratado apenas para captar talentos, experiente Sandro Orlandele, ficou com a incumbência de investir o dinheiro do clube na base da melhor maneira possível. No Santos é lei, 10% da receita do clube é obrigado a ser investido na base.

São dezenas de escolinhas franqueadas pelo Brasil,  4 espalhadas pela América do Sul. Além do mais, o clube tem 8 olheiros espalhados pelo Brasil, mantidos e remunerados pelo clube. O alvinegro paulista da muita importância ao futsal, pelo desenvolvimento do raciocínio rápido e pelo curto espaço, torna em tese o jogador mais rápido e habilidoso.

É uma verdadeira fábrica de talentos, dos 40 atletas que compõe o grupo finalista do maior e mais disputado campeonato do pais, o Paulista, 26 atletas são formados no próprio Santos. O Santos é um "Case" de sucesso, antes de 2002 o clube era conhecido apenas como o clube do Pelé.

Após aquela geração denominada "Os meninos da Vila" formada por Robinho, Diego e cia o clube não parou mais. Seriedade, competência e organização geram milhões de dólares aos cofres do clube com negociações de atletas formados na base e títulos em sua galeria.

Não estou aqui querendo comparar o Avai Futebol Clube com o Santos, apenas dentro de nossas limitações cobro competência e seriedade para que possamos colher alguns frutos. Faz muito tempo que não temos se quer um atleta como titular absoluto vestindo nossa camisa e nos representando.

Desde Marquinhos Santos não conseguimos formar um ídolo, sai caro ter que importar. Precisamos tirar lições desta excelente reportagem, o departamento de futebol amador do nosso clube tem que ser extremamente profissional. A única saída de sairmos de uma vez deste atoleiro e formar atletas, precisamos também modernizar nossa base.


domingo, 30 de março de 2014

Time mesclado em Jaraguá

E o Avai respirou neste catarinense, depois de muita turbulência durante toda competição, depois de 5 jogos sem derrotas e acumulando 4 vitórias, o treinador Pingo irá poupar alguns jogadores visando já o jogo da próxima quarta feira pela Copa do Brasil.

Com um bom primeiro tempo, o Leão fez apenas o necessário para vencer o Brusque na quarta fira passada.Com gols de Marquinhos, Cléber e Eduardo, o Leão praticamente espantou o fantasma de rebaixamento.

Destaque para o bom primeiro tempo de Roberto, que parece estar dando mostra de entrar na forma e ritmo ideal. Voltou a ter muita velocidade e um grande explosão física, características que o fazem ter um diferencial de outros atacantes.

Bocão também fez um bom primeiro tempo, assim como Pablo que vem mantendo um regularidade interessante e tornando-se, cada vez mais titular. Diego Jardel também foi bem, mas precisa melhorar sua finalização que o tornará um jogador ainda mais completo e interessante. Marquinhos se aproxima de ser o maior artilheiro da Ressacada com o gol marcado, ele esta apenas a 10 gols de bater o recorde.

No segundo tempo apenas fizemos o tempo passar, não repetimos o bom primeiro tempo e a parte final não foi boa. Mas corremos poucos riscos, Pingo realmente conseguiu dar uma consistência, além disso vem resgatando a confiança dos jogadores e da torcida.

Mesmo indo a Jaraguá com o time mesclado não podemos deixar essa fase ir embora, não perder hoje passa a ser nosso maior objetivo. Espero que na tarde de hoje o Leão possa fazer um bom jogo e sair com um resultado positivo.

domingo, 23 de março de 2014

Goleada para encorpar

Fica de impossível analisar a partida desta tarde contra o Atlético de Ibirama lá na baixada sem ter assistido ao jogo, mas o placar não deixa dúvidas que fomos soberanos e só não foi mais porque ainda desperdiçamo algumas boas chances de gols.

Com a organização que o treinador Pingo vem dando ao Leão, as individualidades técnicas começam a aparecer. Roberto, Cléber e Marquinhos vem subindo de produção, os gols destes atletas vem saindo e o time começa a ganhar confiança.

Quarta feira com uma vitória simples o Leão afasta definitivamente o fantasma do rebaixamento, a partir dai começamos a pensar seriemante na série B e Copa do Brasil. Venho falando sempre, acredito neste jogadores que muitos insistem em dizer que não podem jogar juntos e pior, que não tem mais condições de vestir a camisa do Avaí. 

As coisas começam a caminhar dentro de campo, é claro que tardiamente porque poderíamos estar disputando algo maior. Não deu, agora também e torcer para fora de campo as coisas começarem a se encaminhar e o Leão começar a trilhar um caminho de conquista e buscar o que passa a ser seu grande objetivo que é o acesso para a elite em 2015.